Recomeçando

Sobre os mais Velhos

[RESENHA] A Maldição, de Stephen King

Bloqueio de Escrita

O BLOG


O blog PALAVRAS AMBULANTES foi criado no dia 06 de Março de 2015 para compartilhar escritos de uma jovem sonhadora, onde as palavras transformam sua vida. A comunicação sempre foi seu forte e seu maior sonho, ser jornalista ou escritora, são possibilidades que podem se tornar realidade. Mas parando para pensar, os sonhos em si são tão instáveis, a cada fase da vida nossos objetivos mudam, evoluem ou se distorcem.


As palavras também são assim. Num momento de raiva, negamos um sentimento e voltamos atrás, desculpas a toda hora são justificativas para um erro comum. E em outros momentos essas mesmas palavras podem florescer ou destruir outro sonho, outra pessoa. Palavras tem um poder imenso, e sua instabilidade é imperceptível. São palavras ambulantes, que vagam por ai construindo nosso presente, futuro e passado. Não são fixas, assim como nós mesmos, que mudamos a cada fase da vida. Já diziam os pré-socráticos com o devir, que há transformação a todo instante, nada é fixo. E nós somos assim, uma transformação constante, em sonhos e em palavras.

 

A AUTORA

KAROL VICENTE, caçula de uma escadinha de mais quatro mulheres, paraibana com traços bem paulistanos e geminiana descrente. Possui 20 anos, mas tem uma alma um tanto mais velha. Ama ler, escrever e desfrutar da quietude dos lugares. Cursa jornalismo e sonha em lançar seu próprio livro. Escreve desde que se entende por gente e coleciona histórias não compartilhadas.
Jovem e sonhadora, ela criou o primeiro blog para se libertar de seus pensamentos, e como eles sempre eram inconstantes, o blog vivenciou várias fases. Nomes e layouts diferentes foram experimentados, até que o PA surgiu e ficou. Mas uma nova etapa surgiu e com ela uma nova transformação, tanto do blog como da autora.

Aqui você encontra:

Resenhas de livros, Escritos Autorais, Viagens, Reflexões sobre a vida e sobre o cotidiano, além de dicas de filmes e tudo o que encontrar-mos de legal por aí! ❤
© 2019 Palavras Ambulantes • Desenvolvido com por