Crítica e Resumo do Filme Fragmentado


Direção: M. Night Shyamalan | Cinematografia: Mike Gioulakis
Produtoras: Blumhouse Productions, Blinding Edge Pictures
Sinopse: Kevin possui 23 personalidades distintas e consegue alterná-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento. Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento. Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.


AVISO: Este post contém Spoilers do filme


Quando vi o trailer pela primeira vez já fiquei ansiosa para ver o filme, é um trailer intrigante e que te faz se questionar sobre a mente humana, será que isso pode realmente acontecer? Apesar do filme "relatar" 23 personalidades, que é um número bem grande, o TDI (Transtorno Dissociado de Identidade) existe e há vários casos pelo mundo. Muitas pessoas sabem sobre a bipolaridade, mas este é um distúrbio diferente, onde a pessoas acredita de fato na outra personalidade e assim todo o seu corpo atua como uma nova pessoa. Então, podemos dizer que não seria realmente uma personalidade alternativa e sim uma outra pessoa residindo no mesmo corpo. Um exemplo disso é que há uma "personalidade" do Kevin (James McAvoy) que toma insulina para controlar a diabetes, enquanto que as outras não possuem a doença. Essa dissociação faz com que as outras pessoas que vivem dentro do Kevin se transitem em momentos diferentes no corpo dele, e assim o ser anterior não se recorda do que ocorreu quando Kevin estava domado por um dos 23, por exemplo. É uma nova pessoa tomando conta do corpo, com seus próprios pensamentos e vontades, sua forma de se vestir e de falar, ou seja, é uma pessoa distinta.

O filme tem o trabalho de nos mostrar um pouco mais afundo, ou pelo menos deixar o gostinho de como o TDI é capaz de agir. Mas das 23 personalidades observamos somente umas sete mais ou menos, sendo que somente 5 são personagens "principais" e as outras atuam como personagens secundárias. No inicio do filme, Dennis ( a primeira personalidade apresentada) sequestra três garotas e as escondem em um porão. Duas delas ele já vinha observando há alguns dias, sendo que a outra acabou fazendo parte do plano por puro azar. Elas foram raptadas para servirem de alimento para a 24ª personalidade que seria a mais poderosa de todas, algo que a psicologa Dra. Fletcher desacredita ser possível.



Na longa, conhecemos a Patricia e o Hedwig que ajudam Dennis a esconder as meninas para servi-las à fera. Enquanto isso, o filme mostra um pouco sobre a infância de Casey (Anya Taylor-Joy) que no inicio do filme mostra que é uma garota solitária e sem muitos amigos. A personagem dela foi bem desenvolvida, sendo que a das outras duas garotas estiveram superficiais o tempo todo. Além do Distúrbio Associado de Identidade o filme Fragmentado também aborda a pedofilia, que é o que a garota sofreu pelo seu tio quando era criança, que posteriormente viria a ser seu tutor com a morte do pai da garota.

Devido as dores da menina e aos seus transtornos internos, Casey sobrevive à fera. E o que seria a fera? A personalidade mais forte de todas: alta, musculosa, veloz, forte e que não pode ser ferida. Kevin tinha 20 identidades que não acreditavam que ela existia, mas Dennis, Patricia e Hedwig acreditaram e fizeram-na ganhar vida tomando possa da luz (que é a realidade). A fera se alimenta de pessoas que nunca sofreram, pois de acordo com a mesma, só uma pessoa com sofrimentos pode evoluir e se tornar algo grandioso (como o Kevin por exemplo). Denis observou as duas garotas e percebeu como a vida delas era fácil demais, como elas eram mimadas e fúteis, por isso as sequestrou e ofertou a fera. Porém, Casey já tinha sofrido muito e seu corpo estava marcado por isso, então a fera observando isso não a feriu.

O filme nos faz pensar se é possível trazer a tona uma personalidade tão extrema quanto a fera, e há sim essa possibilidade como já há pessoas com "feras" em si. Mas melhor que isso, faz com que nos imaginemos o quanto a mente humana é incrível e complexa demais.  A interpretação do ator James McAvoy está maravilhosa, temos como ver nitidamente quando é cada pessoa pois a feição e a postura muda. O filme é espetacular e eu o recomendo para todos!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

♡ Comente sobre a postagem, sua opinião é muito importante!
♡ Seguindo, segue de volta? Claro, basta comentar nos posts;
♡ Aceito afiliações, caso deseje entre em contato pela página "Contato" ou pelo e-mail: contato@palavrasambulantes.com
♡ Sem grosserias! Comentários maldosos serão apagados;

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...