Teu Adeus


Pessoas que saem, vão embora sem
dizer um adeus. Não se importam com
o que se perdeu entre o tempo e o
sentimento. Tudo não passou de um
divertimento? Por que não há relevância
quando se fala de ausência e saudade.

E ele se foi e fim de conversa.
Fim de verdade, não há mais comuni-
cação entre os seres. O que poderia
ser paixão, nada mais era do que uma
troca de prazeres. Então, faça-me um
favor? Não fale mais sobre o amor.

Não fale sobre o seu ser ou sobre o que
restou, pois não restou nada.
Sequer em uma palavra, ou aquela roupa
velha jogada pelo meu quarto.
Quando você se foi, levou toda a esperança
que eu tinha sobre nós. Foram apenas amassos
para você? Hoje, acabou o que éramos,
o que já fomos e o que éramos para ser.

[RESENHA] A Hora do Vampiro, de Stephen King


TÍTULO ORIGINAL: A Hora do Vampiro AUTOR: Stephen King
ANO: 1975 EDITORA: Objetiva PÁGINAS: 576
GÊNERO: Suspense, Romance, Literatura Gótica
CLASSIFICAÇÃO: ❤❤❤❤❤

SINOPSE: Ambientado na cidadezinha de Jerusalem`s Lot, na Nova Inglaterra, o romance conta a história de três forasteiros. Ben Mears, um escritor que viveu alguns anos na cidade quando criança e está disposto a acertar contas com o próprio passado; Mark Petrie, um menino obcecado por monstros e filmes de terror; e o Senhor Barlow, uma figura misteriosa que decide abrir uma loja na cidade. Após a chegada desses forasteiros, fatos inexplicáveis vêm perturbar a rotina provinciana de Jerusalem`s Lot, e Ben e Mark são obrigados a escolher o único caminho que resta aos sobreviventes da praga - fugir. Mas isso não será tão simples, os destinos de Ben, Mark, Barlow estão agora interligados. E é chegada a hora do inevitável acerto de contas.
Eu comprei esse livro há muito tempo atrás quando eu estava iniciando minha relação com a leitura. Eu costumava ler muitos livros infantis/juvenis e estava à procura de uma narração mais envolvente, quando minha irmã me convenceu a comprar "A hora do Vampiro" ao invés de "Diário de uma Paixão" e eu não me arrependo de ter feito essa escolha. Para quem não conhece o Stephen King, ele é um escritor veterano e sua escrita é conhecia no mundo inteiro pelo seu toque histórico de terror e suspense. Eu que não tenho coragem de assistir filmes de terror me apaixonei pelas história do Stephen.

RESENHA: Em "A hora do vampiro", nos deparamos com uma escrita impecável e deliciosa de ser lida. Toda a narrativa é cheia de detalhes que fazem toda a diferença no conteúdo final do livro. Os personagens são bem distintos entre si, mas cada um tem seu papel fundamental na jornada. Eu posso ser suspeita em escrever essa resenha ( por que sou muito fã), porém a escrita do Stephen é simplesmente apaixonante, pelo modo crítico e culto de ser desenvolvida.
Quando abrir a porta, ele estará pendurado na viga, a cara inchada e escura, e então os olhos se abrirão, saltando das órbitas, e ele o verá, e ficará satisfeito por ter vindo.


[ABRIL] Five Things in a Walking Month



Olá pessoal, tudo bem com vocês?

O post de hoje é um pouco diferente, "5 Things in a Walking Month" é um projeto novo que irei trabalhar durante os meses que estarão por vir. Onde eu irei "resumir" em palavras  e links o meu mês, trazendo para vocês alguns itens legais a serem compartilhados, como por exemplo: filmes assistidos, livros lidos, momentos vivenciados e etc. São "5 coisas em um mês ambulante" no qual eu indicarei e detalharei a vocês os melhores itens do meu mês ou o que andei fazendo durante ele. Eu tive vontade de lançar esse projeto aqui no blog, com inspiração na lista do amor que a blogueira e youtuber Luisa Acorssi lança todo mês em seu canal. Eu amei e decidi refletir essa lista da vida aqui no blog. O meu projeto se resume em cinco itens, sendo eles: 

Cinemadrugando - Será citado meus filmes favoritos e séries finalizadas recentemente.

Páginas Ambulantes - Contarei os livros que li no mês.

Achados nos Perdidos - Os links ambulantes mais legais que encontrei (vídeos, posts de blogs e até fotos).

Meus Favoritos - O melhor de cada categoria, pode ser produto, música ou frase.

Momentos Apaixonantes - O resumão do meu mês, as melhores coisas que aconteceram comigo e quais as sensações.

Crítica e Resumo do Filme Fragmentado


Direção: M. Night Shyamalan | Cinematografia: Mike Gioulakis
Produtoras: Blumhouse Productions, Blinding Edge Pictures
Sinopse: Kevin possui 23 personalidades distintas e consegue alterná-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento. Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento. Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.


AVISO: Este post contém Spoilers do filme


Quando vi o trailer pela primeira vez já fiquei ansiosa para ver o filme, é um trailer intrigante e que te faz se questionar sobre a mente humana, será que isso pode realmente acontecer? Apesar do filme "relatar" 23 personalidades, que é um número bem grande, o TDI (Transtorno Dissociado de Identidade) existe e há vários casos pelo mundo. Muitas pessoas sabem sobre a bipolaridade, mas este é um distúrbio diferente, onde a pessoas acredita de fato na outra personalidade e assim todo o seu corpo atua como uma nova pessoa. Então, podemos dizer que não seria realmente uma personalidade alternativa e sim uma outra pessoa residindo no mesmo corpo. Um exemplo disso é que há uma "personalidade" do Kevin (James McAvoy) que toma insulina para controlar a diabetes, enquanto que as outras não possuem a doença. Essa dissociação faz com que as outras pessoas que vivem dentro do Kevin se transitem em momentos diferentes no corpo dele, e assim o ser anterior não se recorda do que ocorreu quando Kevin estava domado por um dos 23, por exemplo. É uma nova pessoa tomando conta do corpo, com seus próprios pensamentos e vontades, sua forma de se vestir e de falar, ou seja, é uma pessoa distinta.

O filme tem o trabalho de nos mostrar um pouco mais afundo, ou pelo menos deixar o gostinho de como o TDI é capaz de agir. Mas das 23 personalidades observamos somente umas sete mais ou menos, sendo que somente 5 são personagens "principais" e as outras atuam como personagens secundárias. No inicio do filme, Dennis ( a primeira personalidade apresentada) sequestra três garotas e as escondem em um porão. Duas delas ele já vinha observando há alguns dias, sendo que a outra acabou fazendo parte do plano por puro azar. Elas foram raptadas para servirem de alimento para a 24ª personalidade que seria a mais poderosa de todas, algo que a psicologa Dra. Fletcher desacredita ser possível.

Minha Primeira Leitura



Olá Pessoal, como estão vocês ?

Dia 18 de Abril é comemorado o Dia Nacional do Livro Infantil em homenagem ao Monteiro Lobato, que foi um grande  escritor da literatura brasileira. E hoje é comemorado o Dia Mundial do Livro, como marca da morte de três importantes autores: Willian Shakespeare (1564 - 1616), Miguel de Cervantes (1547 - 1616) e Inca Garcilaso de Ia Vega (1539 - 1616). Devido à estas datas especiais o post de hoje é em referência ao universo literário. 

Como eu iniciei minha relação com os livros? De onde veio essa paixão pela leitura? Bom, eu não lembro com quantos anos eu li meu primeiro livro, mas sei que eu era bem criança na época. Desde que me entendo por gente, lembro que sempre gostei de ler e escrever, então provavelmente eu tenha iniciado minha relação com a leitura muito antes desse livro, mas como ele é o primeiro que me recordo e o mais grossinho e menos infantil, eu o considero como o primeiro de todos.

O livro era A Mina de Ouro da escrita Maria José Dupré, que é um dos livros da Coleção Cachorrinho Samba. O livro não é complicado, mas vamos lembrar que eu era bem pequena na época em que o li e por isso ele deveria ser o mais simples e ter uma história fácil de ser absorvida. O desenrolar da história é bem gostoso e eu reli esse mesmo livro diversas vezes, mesmo sabendo como ele terminaria. E cada vez que eu lia minhas sensações eram diferentes, por isso sempre foi um livro muito bom para mim.
Sipnose: Uma excursão que se transforma numa incrível aventura. Explorando o pico de um morro, onde foram passear, os meninos descobrem a mina de ouro abandonada e se perdem lá dentro.

[RESENHA] A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón



TÍTULO ORIGINAL: A Sombra do Vento
AUTOR: Carlos Ruiz Zafón  ANO: 2001
EDITORA: Suma de Letras  PÁGINAS: 399
CATEGORIA: Mistério
CLASSIFICAÇÃO: 💙💙💙💙 
SINOPSE: 'A Sombra do Vento' é uma narrativa de ritmo eletrizante, escrita em uma prosa ora poética, ora irônica. Ambientado na Barcelona franquista da primeira metade do século XX, entre os últimos raios de luz do modernismo e as trevas do pós-guerra, o romance de Zafón é uma obra sedutora, comovente e impossível de largar. Além de ser uma grandiosa homenagem ao poder místico dos livros, é um verdadeiro triunfo da arte de contar histórias.

Tudo começa em Barcelona, em 1945. Daniel Sempere está completando 11 anos. Ao ver o filho triste por não conseguir mais se lembrar do rosto da mãe já morta, seu pai lhe dá um presente inesquecível: em uma madrugada fantasmagórica, leva-o a um misterioso lugar no coração do centro histórico da cidade, o Cemitério dos Livros Esquecidos. O lugar, conhecido de poucos barceloneses, é uma biblioteca secreta e labiríntica que funciona como depósito para obras abandonadas pelo mundo, à espera de que alguém as descubra. É lá que Daniel encontra um exemplar de 'A Sombra do Vento', do também barcelonês Julián Carax. O livro desperta no jovem e sensível Daniel um enorme fascínio por aquele autor desconhecido e sua obra, que ele descobre ser vasta. Obcecado, Daniel começa então uma busca pelos outros livros de Carax e, para sua surpresa, descobre que alguém vem queimando sistematicamente todos os exemplares de todos os livros que o autor já escreveu. Na verdade, o exemplar que Daniel tem em mãos pode ser o último existente. E ele logo irá entender que, se não descobrir a verdade sobre Julián Carax, ele e aqueles que ama poderão ter um destino terrível.


RESUMO:
Daniel é um menino normal, mas perdera sua mãe e numa certa noite percebendo que não mais lembrava de seu rosto, de suas feições começou a chorar. Seu pai querendo amenizar os sentimentos melancólicos de seu filho, decide levá-lo ao Cemitério dos Livros Esquecidos. Daniel procura um livro que o interessa nesse sebo, sem entender como isso poderia ajudá-lo. Acabou decidindo levar um romance de Julián Carax, chamado A sombra do vento. Tal romance irá mudar sua vida, envolvendo-o em assassinatos, brigas, amores não correspondido e um romance tão lindo quanto Romeu e Julieta. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...